Análise TED: Miolo Central – 2016 vs 2017

Fala povo, beleza?

Estamos por aqui no 1º semestre de 2017 onde a Linha 1 está completamente operacional (Lapa x Pirajá) e a Linha 2 está chegando na Rodoviária, com previsão de chegar até Pituaçú no final do semestre.

Sensacional, certo? Mas e daí?

E daí que eu resolvi fazer um relatório baseado na Planilha da Frota de SSA pra avaliar o que exatamente está melhorando (ou piorando) no serviço das linhas de ônibus entre Outubro de 2016 e Fevereiro de 2017 na região do Miolo (que é mais diretamente ligada ao Metrô).

(E ATENÇÃO: A Planilha, caso você não saiba, é colaborativa e colhe informações sobre o transporte de Salvador desde 2007 usando como fonte a própria Transalvador (site), os aplicativos Cittamobi e SIU Mobile, e colaborações dos membros da comunidade TED no Facebook. NÓS NÃO SOMOS FONTES OFICIAIS DE INFORMAÇÃO NEM TEMOS LIGAÇÕES COM A PREFEITURA E/OU EMPRESAS). Estes dados são levantados via COLABORAÇÃO. Como assim?

Vamos lá: Temos uma postagem no Facebook onde os membros informam diariamente quais veículos estão operando nas linhas de seus bairros. Alguns Rodoviários também eventualmente contribuem com essas informações, e, baseado nisso, a planilha vai sendo construída listando as linhas e a frota informada. Através dos aplicativos SIU Mobile e Cittamobi, também é possível ver (através do GPS) quais veículos estão operando nas linhas – e esta é uma fonte de informação que é aberta ao público implantada pela própria prefeitura.)

Mas .. voltando a postagem..

Uma vez que as linhas vão se integrando ao Metrô, várias mudanças (normalmente de corte ou redução de frota dessas mesmas linhas?!) foram acontecendo.

A parte 1 dessa matéria foi feita pelo brother Gênesis Freitas, lá do Urbaianos e usa dados que mostrarei aqui também.

Vamo lá:

FROTA GERAL – OUTUBRO 2016

Este é o quadro da Planilha em 16/10/2016:


Observem: Eram 494 linhas, das quais, 143 eram integradas ao Metrô. A idade média da frota estava em 3,1 anos e a frota ativa era de 2616 veículos.

FROTA GERAL – FEVEREIRO 2017

Este é o quadro atual da Planilha em 12/02/2017:


Observem: Descemos de 494 linhas pra 483, e subimos de 143 para 219 linhas integradas ao Metrô. A idade média da frota estava em 3,1 anos e foi pra 4,1 (não houve renovação, claro) e a frota ativa desceu de 2616 pra 2601 veículos.

DETALHES IMPORTANTES:

Entre o ano passado e este ano, aconteceram vários eventos envolvendo ônibus queimados, como destaca o quadro FROTA INCENDIADA. Em protesto, várias pessoas com “muito bom senso” resolveram simplesmente tocar fogo em ônibus e fechar vias com eles. As percas são significativas e contribuíram para a redução na frequência de várias linhas.

MUDANÇAS NAS LINHAS POR REGIÃO ADMINISTRATIVA

Salvador divide seus bairros através de Regiões Administrativas. No Miolo Central – que circunda a BR-324 e a Paralela, da CEASA até Mussurunga, temos as linhas das regiões AR 11 (Cabula), RA 12 (Tancredo Neves), RA 13 (Pau da Lima) e RA 14 (Cajazeiras). Assim sendo, vamos ao comparativo de FROTA das linhas por AR.

RA 11 e 12 (REGIÃO DO CABULA)

LINHAS ORDENADAS POR DESTINO:

OBS: Relatório considera linhas PARTINDO das regiões 11 e 12. Os bairros podem (ou não) terem linhas vindo de outras regiões, mas não são consideradas como Troncais (principais) do bairro e foram excluídas do relatório.


DETALHES IMPORTANTES:

Observem a tabela de “Integrados na Estação Acesso Norte”. Percebam que justamente as linhas que estão integradas ao Metrô, são as que perderam mais frota. Esse é um padrão que acontece em outros locais também. Normalmente quando a linha entra pra integração, a depender do tipo dela (se não for pra um Terminal de Transbordo, como o de Pirajá), a tendência é a frequência dela ser reduzida até ela desaparecer. É natural em algumas cidades que um modal assume a posição do ônibus, mas observem que a queda está acontecendo também em linhas que não tem integração com o Metrô.

No Geral, as linhas do Cabula pra Lapa e Barroquinha perderam 10 ônibus cada, para o Campo Grande perderam 3, para Pituba perderam 4, os Barras perderam 1 só e, por incrível que pareça, as linhas para Ribeira ganharam 3 ônibus. Total, menos 25 ônibus (considerando o acréscimo de 3 nas linhas Ribeira).

RA 13 (REGIÃO DE PAU DA LIMA)

LINHAS ORDENADAS POR DESTINO:

OBS: Relatório considera linhas PARTINDO da região 13 Os bairros podem (ou não) terem linhas vindo de outras regiões, mas não são consideradas como Troncais (principais) do bairro e foram excluídas do relatório.

Na Região 13, está a Estação Pirajá que também atende outras RA’S, como a RA 14 (Cajazeiras), RA 15 (Em Valéria e Pirajá), RA 12 (Em Mata Escura/Estrada das Barreiras), RA 03 (Em São Caetano) e a RA 16 (Em Paripe e BA-528);



DETALHES IMPORTANTES:

A Estação Pirajá é um dos pontos principais de integração com o Metrô e, como vocês podem perceber, teve incremento de frota de 187 para 218 veículos. Tivemos o advento de várias linhas como a 0325 (Marechal Rondon), 1376 (Águas Claras), 1364 (Ceasa), mas ainda assim, vários bairros conectados à Estação tiveram suas linhas troncais praticamente cortadas. Em certas regiões, não há outra opção frequente para o Centro da cidade que não inclua passar pela Estação Pirajá. Como exemplo, Vila Canária e Dom Avelar perderam a 1380 (Lapa) e a única opção transporte é para Estação Pirajá. E detalhe: A linha 1390 (Dom Avelar) tinha 4 veículos e perdeu 2. A 1338 (Vila Canária) continua com a mesma frota, ou seja: NÃO HOUVE INCREMENTO DE FREQUÊNCIA. A frota da 1380 NÃO foi usada para reforçar as linhas alimentadoras da Estação Pirajá.

No Geral, as linhas pra Lapa perderam 7 veículos, as linhas para Barroquinha perderam 3 ônibus, para o Campo Grande, tem um “truque” ai: houve um incremento na linha 1306 (Colina Azul x Campo Grande) que tem como destino o Campo Grande, mas o corredor que ela realmente atende é o da Paralela/Iguatemi. Poucas pessoas pegam 1306 na origem com destino ao Campo Grande pelo trajeto ser extremamente longo. A “real” opção para o Centro que seria a 1303 (Castelo Branco x Campo Grande) teve REDUÇÃO de 9 para 8. As linhas Barra seguiram o caminho parecido. Houve redução da 1319 que é mais rápida (via BR) mas seu trajeto “concorre” com o metrô. As demais linhas seguem pela Paralela/Iguatemi e não foram reduzidas.

AINDA SOBRE A ESTAÇÃO PIRAJÁ, é importante deixar claro:

O SERVIÇO MELHOROU BASTANTE. Isto é FATO. Vá à Estação Pirajá HOJE (Domingo) que a MAIOR PARTE das linhas vai passar em menos de 25 minutos. Tem exceções? Tem. Mas o serviço das linhas TRONCAIS está impecável. Me refiro as linhas 1341 (Barra 2), 1388 (Barra 3) e 1347 (Pituba). 1340 (Barra 1) é troncal também mas é meio capenga… no sentido de que… ela vai passar de 15 em 15, em contraste à uma 1388 que em 15 min já saíram 3 carros. 1347 também não está atrás passando de 7 em 7 min, as vezes até menos. PORÉM a 1327 (Barroquinha) não acompanhou TANTO essas outras em relação a frequência. Ela passa, mas eventualmente tem uns pontos cegos.

Observando as mudanças, tivemos que 1301 ganhou 1, 1310 ganhou 3, 1325 ganhou 2, 1327 ganhou 1, 1328 perdeu 1, 1330 ganhou 3, 1330-01 virou 1376 e ganhou 2, 1333 ganhou 2, 1340 ganhou 2, 1341 ganhou 2, 1342 ganhou 1, 1343 ganhou 3, 1346 ganhou 1, 1347 perdeu 1, 1352 ganhou 2, 1364 ganhou 4, 1388 ganhou 4, 1389 ganhou 2, 1390 perdeu 2, 1394 perdeu 1, 1399 ganhou 1. Destaque pra 1364.

RA 14 (REGIÃO DE CAJAZEIRAS)

LINHAS ORDENADAS POR DESTINO:

OBS: Relatório considera linhas PARTINDO da região 14. Os bairros podem (ou não) terem linhas vindo de outras regiões, mas não são consideradas como Troncais (principais) do bairro e foram excluídas do relatório.


DETALHES IMPORTANTES:

Tai na cara a desproporção com outros locais. Cajazeiras só tem linha (que você pode considerar existente) para Lapa, Pituba e Estação Pirajá. Diferente de um Cabula da vida que tem uns Barra… uns Ribeiras legais… Vão pra Estação Pirajá e virem-se. Mas, observem… Linhas para Lapa desceram de 71 veículos para 43. Perca de 28 ônibus. “AH mas ai… o pessoal que ia pra Lapa agora vai pra Estação Pirajá pegar o metrô”. Correto. Mas… Esses 28 carros foram transferidos pra incrementar a frequência? Er…. Não foram todos. Apenas 21 dos 28 foram transferidos para Estação Pirajá, isto se a gente APENAS CONSIDERAR AS LINHAS LAPA, uma vez que… o único Barroquinha que tinha lá…(1448) desceu de 3 veículos para 1. As linhas Comércio? Perderam 5 carros. Pelo menos mantiveram a mesma frota das linhas Pituba, embora 1475 tenha ido pro espaço.

Bom mencionar que as opções pra Av.Heitor Dias, vulgarmente conhecida como 7 Portas, foram praticamente eliminadas: 1402 (Aquidabã-Lapa) tinha 4, hoje tem 1. 1429? Tinha 5 hoje tem 2. Todas estas percas não foram acrescentadas em frota na Estação Pirajá e contribuíram pra redução de frequência das linhas.

O caso mais absurdo é o que aconteceu com a região de Fazenda Grande 4/3/2. Reparem. 1430, que era a troncal da região pra Lapa, tinha 13 veículos (vide tabela), hoje ela tem 6. Menos da metade. Esse povo faz como? Usa 1343 ou 1352, com 7 veículos cada, passando a cada 30 minutos. Durante os fins de semana, a previsão MÍNIMA de espera baseada no quadro horário da Transalvador é de 30 minutos. PARA TODAS AS LINHAS.

Então é isso pessoal, pra resumir, eles reforçaram as linhas de grande demanda e frequência (não integradas com o metrô, claro), integraram as linhas de média frequência ao metrô e foram reduzindo ao ponto de exterminarem algumas (outras estão no caminho) e reforçaram a Estação Pirajá. Aos poucos, pessoal do Miolo dependerá única e exclusivamente do Metrô, o que é bom, mas também é ruim caso o passageiro precise ir à locais como Barros Reis… 7 Portas que não tem uma estação próxima nem linhas integradas para completar o trajeto.

Eu como passageiro do Metrô percebo que as pessoas estão andando bastante entre o trânsito do metrô para o ônibus e vice-versa, o que causa um certo desgaste e as vezes não torna a viagem mais rápida. Por exemplo: Se você chega na Estação Pirajá… leva ai uns 5-6 minutos para chegar à plataforma do metrô. Se você perdeu um trem, o próximo é dali à 7 minutos e, há quem argumente, que em 12 minutos, uma linha direta pela BR-324 conseguiria chegar na Bonocô, ou no Iguatemi através do Acesso Norte, sem paradas. Mas claro que, dias de bruto congestionamento na BR, o uso do metrô compensa bastante.

INTERVENÇÕES VIÁRIAS:

Cajazeiras tem um detalhe também a ser considerado: A melhora no tráfego. A Prefeitura resolveu o gargalo na Rótula da Feirinha (Cajazeiras 10) e criou a Avenida Jorge Calmon (que liga a Cajazeiras 10 à Cajazeiras 8), tornando a Estrada da Paciência em sentido único para Cajazeiras 10 e o contrafluxo foi transportado para nova avenida. Isso reduziu consideravelmente o tempo gasto nessa parte do bairro e, é claro, também contribui para manter uma certa frequência nas linhas, mesmo com a redução da frota.

Figura 1 – http://bahia.ig.com.br/2016/01/27/novas-vias-mudam-cara-de-salvador

A Prefeitura também criou uma alternativa para entrar em Cajazeiras vindo da BR através da Avenida 2 de Julho, que liga a BR à Cajazeiras 11. O que é muito bom, uma vez antes era necessário vir por Águas Claras e fazer a volta através da Estrada do Matadouro, Cajazeiras 5, 8 e 10 para chegar na 11. A linha alimentadora de Cajazeiras 11 (1412) teve seu trajeto modificado para essa avenida no sentido IDA, o que reduziu violentamente o tempo gasto no trajeto. A antiga 1412 ia por Castelo Branco e gastava cerca de 1 hora (ou mais) para chegar no destino. Hoje ela leva NO MÁXIMO 15 minutos. Pena que apenas a 1412 faz esse trajeto.

Figura 2 http://www.jornalgrandebahia.com.br/2016/06/prefeitura-de-salvador-inaugura-avenida-2-de-julho/

O Governo do Estado também liberou uma das fases da construção da Avenida 29 de Março, reformulando completamente o Entroncamento de Águas Claras, que era um outro foco de engarrafamento para Cajazeiras e foi abordado em outra postagem

E você, o que acha? Melhorou ou piorou? É bom depender apenas do metrô? Contribua com sua opinião abaixo e fique a vontade pra corrigir quaisquer erros nesta postagem! Abraço e até a próxima!


Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

More Posts - Website - Facebook

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

2 comentários em “Análise TED: Miolo Central – 2016 vs 2017

  • 13 de fevereiro de 2017 em 9:27
    Permalink

    Você esqueceu das linhas 1226, 1471 e 1472.

    Resposta
  • 14 de fevereiro de 2017 em 8:26
    Permalink

    Excelente análise, amigo Eduardo. Seria bom que todos os sites sobre transportes fizessem a mesma coisa. Torçamos para que o sistema de transporte de SSA melhore, tirando o mito de que transporte bom é somente transporte individual (por automóvel), consagrado nas “elites” soteropolitana.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *