Testes dos Chassis em Salvador (2012/13)

CRÉDITOS DAS FOTOS: WESLEY DIAZ / ÍCARO CHAGAS / RODRIGO VIEIRA

Esse final de ano foi incomum em Salvador pela quantidade de testes a serem realizados pelas empresas.

As empresas que renovavam tradicionalmente com suas respectivas marcas começaram a alternar e testar os concorrentes.

Vou começar direto com os Testes, e depois passo uma descrição do que mudou em termos de motorização em algumas empresas aqui em Salvador.

O TORINO B270 TESTE DA VOLVO

A Volvo ano passado, tinha enviado um Mega BRT Volvo B340M que foi testado em algumas empresas na cidade (veja aqui, aqui, aqui e aqui).. chegou até a fazer uma Caravana Volvo aqui para demonstrar os seus chassis.

Em Novembro/2012, apareceu um Torino B270F em testes na empresa União (que foi postado aqui inclusive). O veículo foi testado uns 20 dias na empresa.

AUTOR: RODRIGO VIEIRA

Logo em seguida, ele foi parar na empresa Viação Rio Vermelho, recebeu ordem 1054 e operou na linha 1034 também por duas semanas. Não se sabe se ele foi encaminhado pra outra empresa, ou se continua com a Rio Vermelho.
BOATOS DIZEM que ele ainda vai ser testado por outras empresas de Salvador, só não sei ainda quais.

AUTOR: ÍCARO CHAGAS

 O TORINO VW 17-230OD NA RIO VERMELHO

Aproveitando o gancho, a Rio Vermelho – que não renovou em 2012 – além de ter testado o B270F acima, também recebeu um Torino 2007 VW 17-230OD Euro V, com 13,2 m, nas configurações que a empresa costuma trazer. Só tem um porém: A empresa não compra VW desde 2003. A frota dela foi padronizada em MB. É o caso contrário ao do grupo GEVAN.

O veículo em questão é o 1181 que já está plotado para linha 1034 e segundo informações, vai ficar na empresa 6 meses em testes operacionais. Ainda não foi pra rua, mas já foi flagrado diversas vezes:

AUTOR: WESLEY DIAZ

O TESTE DA BTU – VW 17-230OD E MB OF 1721

A empresa BTU, que também tradicionalmente renova com Volkswagen, também ficou na dúvida em relação ao novo chassi da marca, e resolveu adquirir 4 unidades de Neobus Mega 2006 com 13,2 m, sendo 2 com chassi MB OF 1721 Euro V e 2 com chassi VW 17-230OD Euro V. São eles 3501/3502 (VW) e 3503/3504 (MB).

Foram flagrados essa semana passada chegando em Salvador pelos amigos Wilson Cardoso e Rodrigo Vieira.

Ela renova com Neobus desde 2010, já que renovava apenas com Busscar antes do caso de falência. Em 2011 trouxe 60 17-230EOD.

Não sabemos ainda para que linhas vão estes veículos abaixo.

3503 – VW 17-230OD

AUTOR: RODRIGO VIEIRA

3504 – MB OF 1721 EURO V

AUTOR: RODRIGO VIEIRA

 

MUDANÇA NO GEVAN:

Um exemplo foi a Praia Grande que comprava Volkswagem há mais de 10 anos e pegou sua primeira remessa de OF 1721 Euro V e logo com 13,2 m (coisa que nunca fez com os VW). A Praia Grande pertence ao Grupo Evangelista (GEVAN), formado pelas empresas Axé, Expresso Metropolitano, Litoral Norte, União, Praia Grande, Joevanza e Boa Viagem, onde algumas delas já haviam testado o uso de Mercedes-Benz em sua frota, começando com a União (pegou 1 S21 MB OF 1722 em 2007), em seguida com a Joevanza (pegou uma remessa de Torino OF 1722) em 2008 – que passaram a alternar suas remessas entre Mercedes e VW nos últimos 4 anos, até que se predominou a procura por Mercedes na maioria das empresas. Apenas a Axé (do grupo) continuou renovando com VW.

Claro que, na década de 80-90, onde não havia concorrência da VW, tais empresas utilizavam MB em sua frota.

 

TESTES DOS CHASSIS EURO V:

Voltando ao tema da postagem – A Volkswagem em 2012 foi absorvida pela MAN – ou como dizem – vice-versa, que fez uma modificação no seu chassi de 17 TON, o até então 17-230EOD, que usava um motor da marca MWM (oia a confusão) desde 2007. Aliás os chassis da VW desde seu inicio usavam motor MWM. Com a entrada da MAN, e a entrada da Euro V, os motores MWM foram substituídos pelos próprios motores MAN na linha Volksbus, apesar de tais motores ainda serem construídos pela MWM.
Traduzindo: Houve mudança de um motor pro outro. o MWM usava 6 cilindros em linha no 17230EOD, e a MAN colocou na versão Euro V deste mesmo chassi um motor MAN com 4 cilindros em linha. Ainda tem uma outra coisa marcante: Enquanto as outras marcas adotaram o uso do ARLA 32 (o sistema SCR)  nos seus motores, a MAN optou pelo uso do sistema EGR.

(Dúvida sobre o que é SCR, Arla, EGR?, veja aqui:

SCR/ARLA (Usado na MB, Volvo, Agrale, Iveco)

Imagem de Amostra do You Tube

EGR (Usado na VW):

Imagem de Amostra do You Tube

Pois então, essa mudança de certa forma, fez com que os frotistas que compravam predominantemente Volkswagem, iniciassem o teste de outros chassis (leia-se MB ou Volvo).
Aqui em SSA, a empresas Ondina  e Barramar mudaram de VW para Volvo B270F nas renovações, mas ainda há empresas interessadas em testar antes de renovar em massa.

Bom pessoal, esses são os testes que estão rolando em SSA por agora…

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

More Posts - Website - Facebook

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

3 comentários em “Testes dos Chassis em Salvador (2012/13)

  • 16 de janeiro de 2013 em 10:53
    Permalink

    tem algo errado nessa matéria!! Na parte:

    “A empresa BTU, que também tradicionalmente renova com Volkswagen, também ficou na dúvida em relação ao novo chassi da marca, e resolveu adquirir 4 unidades de Neobus Mega 2006 com 13,2 m, sendo 2 com chassi MB OF 1721 Euro V e 2 com chassi VW 17-230OD Euro V. São eles 3501/3502 (VW) e 3503/3504 (MB).”

    Pela foto, o 3503 tá com o logo da VW, não da MB!

    Resposta
  • 28 de janeiro de 2013 em 16:54
    Permalink

    Cara faltou informar que a Costa Verde também faz parte do Grupo evangelista e que o chassi VW também já operou com motores Cummins. (E por muito tempo aqui em SSA.)

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *