Reforma emergencial da Estação da Lapa será iniciada em dezembro

FONTE: IBAHIA.COM

Depois da polêmica sobre a possível privatização, a Estação da Lapa, localizada no centro de Salvador, passará por reformas emergencias ainda neste mês de dezembro. As obras, realizadas pela empresa que venceu a licitação, a AJ Engenharia, deverão custar cerca de R$ 5 milhões.  A Secretaria Municipal de Transporte e Infraestrutura (Setin), responsável por acompanhar a execução, informou que o cronograma detalhado da reforma ainda está sendo definido pela equipe técnica.

As principais mudanças, a serem feitas nos próximos seis meses, já foram anunciadas. A abertura de pista, impermeabilização, reforma e construção de dois banheiros e a construção de novos boxes e iluminação estão entre os cinco pontos de urgência avaliados pela Setin. Também serão realizadas mudanças nos serviços de drenagem, pavimentação, revestimento, pintura e revitalização de sustentadores. Além disso, os permissionários serão transferidos para uma nova área que terá maior ventilação e luminosidade e, no serviço de abertura de pista, será incluída a retirada de peças premoldadas, da laje, piso e pista de rolamento.

“Vamos aproveitar o recesso escolar, quando há redução de demanda, para avançar nos trabalhos. Queremos entregar a Lapa organizada e mais segura para a população usuária o mais breve possível”, afirma o titular da Setin, José Mattos. As obras serão realizadas pela empresa que venceu a licitação, AJ Engenharia, e tem prazo de conclusão previsto de até seis meses. A supervisão é de responsabilidade da Superintendência de Conservação e Obras Públicas do Salvador (Sucop).

Serviços serão mantidos
Durante a reforma,  o objetivo é que todos os serviços oferecidos pela  Estação da Lapa funcionem normalmente, incluindo o posto do Salvador Card. Como as intervenções deverão interditar algumas partes da localidade, a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), órgão que administra a estação, orientará o fluxo de pessoas para garantir a circulação no local sem transtornos e de forma segura. Os usuários serão orientados previamente sobre as alterações. A escada rolante 1013 da estação, interditada desde o final de outubro, ainda permanece sem funcionar e não há prazos para sua liberação, segundo a assessoria da Transalvador.

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

More Posts - Website - Facebook

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *