Estudo de Caso: Estação Pirajá

Bem vindos a nova sessão do Portal TED: Estudo de Caso.

Hoje, vamos começar com a temível Estação Pirajá. É o segundo maior Terminal de ônibus de Salvador, o principal da região do Miolo que interliga muitos bairros, com uma demanda extremamente concentrada e um péssimo atendimento.

Mas antes de tudo, um pouco de história, com dados desatualizados da Transalvador:

Endereço: Rua da Indonésia, s/nº – Campinas de Pirajá  Salvador/Ba.
Telefones : Administração – (0xx)71-3392-5330 – Fiscalização – (0xx)71-3392-4949
Horário de funcionamento : 24 horas /dia
Data de inauguração : 25 de novembro de 1994
Período da última reforma : abril/2000 à dezembro/2000
Área :
Construída           :   5.810 m2
Urbanizada          :   3.567 m2
Física do terminal : 22.000 m2

——————————————————————————————————————

EQUIPAMENTOS
Sanitários públicos 04
Telefones públicos 18
Telefone público para deficiente visual 01
Telefone público para deficiente cadeirante e menor 01
DADOS OPERACIONAIS
Número de linhas troncais 12
Número de linhas alimentadoras 26
Número de ônibus/hora 170
Número de usuários/dia 130.000
Número da frota 279
Número de Plataformas de Embarque 03
COMÉRCIO PERMISSIONÁRIO E AMBULANTES
Casa Lotérica 01
Farmácia 01
Lanchonete 01
Auto Atendimento ( Caixa Econômica) Casa Lotérica 01
Auto atendimento (Banco do Brasil) 01
Auto atendimento (Bradesco) 01
Banco Popular 01
Ambulantes cadastrados 88
POSTOS DE APOIO
Sala da Administração 01
Sala da Fiscalização 01
Módulo da PM (Polícia Militar) 01
Posto do Juizado de Menores 01
Posto da CIAC 01
Sala Serviços Gerais 01
Sala para Segurança 01

Fonte: Transalvador

Uma visão agora voltada as linhas da Estação:

Linhas Troncais da Estação Pirajá
Troncais - Estação Pirajá

Linhas Alimentadoras
Linhas Alimentadoras - Estação Pirajá









































Linhas Horárias e Noturnas
Linhas Horárias e Noturnas











-> PRINCIPAIS PROBLEMAS

  • A Estação Pirajá sozinha é responsável por boa parte do Miolo/Subúrbio de Salvador, o que a torna sobrecarregada, já que, o transporte na cidade só é feito através do Ônibus. Numa visão breve, de memória, os principais bairros que DEPENDEM dela para ligações importantes são:  Pirajá, São Caetano, Campinas, Marechal Rondon, Calabetão, Mata Escura, Jardim Santo Inácio, Jardim Cajazeiras, Dom Avelar, Vila Canária, Porto Seco Pirajá, Castelo Branco, Pau da Lima, São Marcos, São Rafael, Canabrava, Jardim Nova Esperança, Nova Brasília, Sete de Abril, Novo Marotinho, São Cristóvão, Cajazeiras (2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 10, 11), Boca da Mata, Fazenda Grande I/II, 1,2,3,4, Águas Claras, Valéria, Palestina, CIA 1, Tubarão, Paripe e Fazenda Coutos. E acreditem: Provavelmente estou esquecendo algum nessa lista ai… Superlotação ficou CLARO agora?

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Suas linhas TRONCAIS acabam sendo responsáveis por ligações principais nos centros comerciais da cidade. Como assim? Um exemplo: A linha 1336 – Estação Pirajá x Barra 2, deveria, a princípio, APENAS atender a demanda que CHEGA na Estação Pirajá e vai em direção ao Iguatemi/Itaigara/Pituba/Rio Vermelho/Barra, mas ALÉM disso, ela acaba sendo PRINCIPAL ligação ENTRE esses bairros dos centros comerciais (Iguatemi/Itaigara x Rio Vermelho/Ondina/Barra) o que agrava mais ainda a superlotação.
  • Sem fiscalização, é cotidiano as frequentes invasões às filas.

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Muitas linhas são extremamente CIRCULARES evitando um roteiro mais simples e direto, para abranger uma região imensa com uma frota pequena, o que aumenta bastante o tempo de espera.

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Frente as linhas circulares, muitas sofrem com os engarrafamentos da cidade, a maioria delas precisa de reforço, pois os ônibus iniciam a viagem, mas não conseguem retornar a tempo de cumprir os próximos horários (Vide caso 1388 recentemente).

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

-> ALGUMAS SUGESTÕES:

  • O que você faz pra diluir um líquido concentrado? Coloca mais líquido, correto? Então.. No caso do Transporte Coletivo de Salvador, muitas regiões poderiam ser atendidas com qualidade caso existissem mais Estações de Transbordo a fim de disseminar tal demanda. A repetição e superposição de linhas poderia ser evitada, se aparecessem Estações em vários pontos chaves de muita demanda, como os bairros de Cajazeiras, a Região da Estrada Velha do Aeroporto, o Cabula, Sussuarana, Suburbana e Calçada.

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Porém, obviamente, o Transporte Coletivo sozinho nunca dará conta nos tempos atuais, o que nos leva a pensar num sistema INTEGRADO com outros tipos de transporte Rápido, junto com as Estações, afim de dessaturar uma área apenas, separando a demanda.

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Já cheguei a pensar em mais linhas partindo dos Bairros que não tem ligação direta a certas partes da cidade. O miolo mesmo carece de acesso à região do Lucaia/Garibaldi/Ondina/Orla, o que pode “aliviar” a procura direta pela Estação Pirajá.

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Unificação através de consórcio para apenas uma empresa operar as linhas TRONCAIS (Estação – Centro).
    Isso quase ocorre hoje, de maneira mais arbitrária, na Estação Pirajá: A Barramar é dona da maioria das linhas sentido Centro, mas não é exatamente essa a minha idéia, de centralizar tanta demanda nas mãos de “uma empresa”. Preferiria inclusive que fosse um serviço feito pela Prefeitura e as empresas concessionárias poderiam operar normalmente as linhas alimentadoras (que trazem a demanda dos Bairros para Estação).

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

  • Pois, ao meu ver, fica mais fácil gerenciar todas as linhas, já que, no caso das Troncais, os veículos estariam armazenados num lugar comum (Linhas com empresas diferentes, tem garagens em locais diferentes, o que pode prejudicar a operação das mesmas em casos extremos).

———————————————————————————————————————————————————————————————————————

E você? Tem algo a sugerir? Algo a reclamar? Divagar? Então participe desse Estudo de caso e nos dê a SUA visão de COMO “RESOLVER” esse pepino chamado Estação Pirajá! Pensa que esse é um caso isolado, ou é necessário uma reformulação no sistema inteiro para a solução dele?

Não esqueça de se inscrever no nosso FÓRUM! E por acaso, o tópico da Estação Pirajá já foi criado no Fórum do Estudo de Caso hein?! Participe!

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

More Posts - Website - Facebook

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

2 comentários em “Estudo de Caso: Estação Pirajá

  • 23 de novembro de 2011 em 14:34
    Permalink

    oi todos os dias pego carro para ir para minha casa lá,pense pego itapoan
    demora um ano para vim um carro ,outra coisa nao tem ninguem organizando a fila uma baterna todo mundo empurrando .nao respeita os idosos.gestantes,crianças de colo ,nossa uma verdadeira loucura chego la as 17;45 so saiu de quase 20:00 isso é um abisordo bem que vcs poderiam melhorar pelo o menos colocando um organizador nas filas.
    desculpa se ofendir alguem ai ,é que estou muito chatiada com a situaçao
    mesmo assim é um direito nosso brigar pelos nossos direitos (aguardo)

    Resposta
  • 30 de maio de 2012 em 10:26
    Permalink

    OLHA EU QUERIA INFORMAR QUE TEM UM MOTORISTA DA EMPRESA DE ONIBUS TRANSOL Q FAZ LINHA DA ESTAÇAO PIRAJA PARA PALESTINA Nº DO ONIBUS É 5524 PELA MANHA ELE É UM CARA ESTUPIDAMENTE IGUINORANTE NO VOLANTE CORRE DEMAIS PASSA NO QUEBRA MOLA SEM DIMINUIR A VELOCIDADE DERRUBA OS PASSAGERO NO ONIBUS NAO TEM CONTROLE,OS IDOSOS NAO TEM EQUILIBRO NO CARRO PORQUE ELE É BRUTO PARA DIRIGIR OS MORADORES DA PALESTINA JA ESTA REVOLTADO COM ESSE MOTORISTA,QUEREMOS UMA SOLUÇAO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *