BTU e Rio Vermelho se juntam numa nova empresa em Alagoinhas

FONTE: PREFEITURA DE ALAGOINHAS / ACOM – Assessoria de Comunicação.

Os ônibus da nova empresa de transporte coletivo, a ATP – Alagoinhas Transporte Público, começam a rodar nas ruas da cidade nesta semana. O objetivo da empresa é trazer para o município 30 veículos totalmente equipados, com câmeras de vigilância, bandeiras eletrônicas, acessibilidade para portadores de deficiência, oferecendo segurança, conforto e qualidade de vida para os usuários. A vinda de uma nova empresa é resultado da luta que vinha sendo travada pelo prefeito Paulo Cezar desde que assumiu a gestão municipal, visando a melhoria da qualidade dos serviços do transporte público.

 A empresa vai substituir emergencialmente as linhas deixadas pela VSA que se encontrava totalmente sem condições de prestar um atendimento de qualidade no transporte coletivo urbano à população de Alagoinhas. Quando a VSA começou a circular em Alagoinhas em fevereiro de 2005, possuía uma frota de 38 ônibus e segundo informações da SMTT, responsável pela realização das vistorias, com o passar dos anos o número de veículos aptos para oferecer os serviços caiu para 21.

 Diante de queixas constantes da população, a Prefeitura havia aberto um processo administrativo – por se tratar de uma concessão pública – a fim de apurar as irregularidades da VSA, mas ela comunicou seu afastamento antes da conclusão final deste processo. “Isso impediu o processo de transição que vinha sendo construído e por conta disso o município, num primeiro momento, pediu às empresas que atuam hoje no sistema, Xavier e Cidade Alagoinhas, que suprissem essa demanda, na medida do possível”, explica o procurador geral do município, Ricardo Marcolin.

As empresas Xavier e Cidade Alagoinhas iniciaram então, uma série de medidas na tentativa de suprir as demandas deixadas pela VSA, mas passados seis meses as queixas da população ainda eram muitas e a Prefeitura viu-se obrigada a decretar Estado de Emergência no sistema de transporte publico municipal.  “O sistema estava chegando à beira de um colapso e dentre todas as empresas que se apresentaram como possíveis candidatas interessadas em entrar no sistema, a única que realmente demonstrou seriedade, solidez, foi a ATP – Alagoinhas Transporte Público, criada por dois gigantes do setor na Bahia, BTU e Rio Vermelho, de Salvador”, completa o procurador.

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

More Posts - Website - Facebook

Eduardo Lima

Eduardo Lima

Idealizador do Portal Transporte em Debate-Bahia, meio doido, fanático por Transporte Urbano, e estudante nas horas vagas...

Um comentário em “BTU e Rio Vermelho se juntam numa nova empresa em Alagoinhas

  • 25 de novembro de 2011 em 14:04
    Permalink

    Agora faz sentido os Urbanuss brancos na garagem da BTU…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *