Hibribus na linha

[REPRODUÇÃO DE NOTÍCIA]

Fonte: Transpoonline

Pioneira em diversos aspectos no Grupo Volvo, a fábrica de Curitiba foi selecionada para iniciar a produção de chassis de ônibus híbridos, com propulsão a eletricidade e a diesel na versão 4×2.

A produção do híbrido articulado ainda não foi confirmada pela cúpula da montadora.

“Vamos produzir no Brasil e para a sociedade brasileira a melhor solução híbrida em transporte urbano de passageiros já desenvolvida pela indústria automotiva global”, afirmou Luis Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin America.

A fabricação dos chassis foi confirmada por Hakan Karlson, presidente mundial da Volvo Bus, em solenidade com o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, na capital sueca Gotemburgo. Além da planta de Boros, na Suécia, e a de Wroclaw, na Polônia, a fábrica brasileira será a primeira fora da Europa produzir o modelo.

De acordo com a montadora, a pré-produção do modelo começará em 2012, com 80 veículos previstos. A operação brasileira será a primeira a fabricar híbridos fora da Suécia.

“Estamos muito contentes e orgulhosos de anunciar esta decisão. Temos capacidade industrial, científica e intelectual para produzir híbridos e um grande mercado potencial”, declarou Pimenta.

Entretanto, a escolha pela célula brasileira não foi aleatória, pois enfrentou forte concorrência das unidades da Volvo na Índia e no México. Pesou a favor do Brasil, os testes realizados em 2010/2011 com o “Hibribus” 7700 Hybrid em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo.

Segundo a Volvo Bus, a tecnologia híbrida adotada permite a redução de até 35% no consumo de diesel e das emissões de gases poluentes entre 80 e 90%.

Claiton

Claiton

Técnico em informática e admirador de ônibus. Pesquisador de chassis, motores, carrocerias e veículos comercias de uma maneira geral.

More Posts

Claiton

Claiton

Técnico em informática e admirador de ônibus. Pesquisador de chassis, motores, carrocerias e veículos comercias de uma maneira geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *